• Equipe Doxa

PRIMEIRA PESQUISA DOXA PARA GOVERNADOR, SENADOR, DEPUTADO ESTADUAL E FEDERAL EM RURÓPOLIS, PLACAS E


Doxa realiza primeira pesquisa nos municípios de Rurópolis, Placas e Uruará para aferir as intenções de voto para o governo do estado, senado, deputados estadual e federal, bem como avaliar o impacto da Lava Jato nas eleições. A pesquisa foi realizada entre os dias 26 a 30 de março/2018 com uma amostra de 650 entrevistas, tendo como margem de erro 4 pontos percentuais para mais ou para menos do resultado final. E está registrada no T.R.E sob o nº PA-05997/2018.

INTENÇÃO DE VOTO PARA O GOVERNO DO ESTADO:

A eleição de outubro próximo ainda não é um tema que esteja no campo das discussões na população de Rurópolis, Placas e Uruará, tanto que ao se perguntar em quem votaria se a eleição fosse hoje (espontaneamente), a grande maioria, ou seja, 90,6% não sabem em quem votar.

Ao se ESTIMULAR, isto é, quando apresentamos os nomes de candidatos, Helder Barbalho (MDB) aparece com 31,1%. O senador Paulo Rocha (PT) vem com 7,8%; o deputado estadual Márcio Miranda (DEM) tem 5,6% das intenções de voto. Sidney Rosa (PSB) vem em seguida com 1,4%. Fernando Carneiro (PSOL) está com 0,8%. O percentual de indecisos e os que pretendem anular o voto somam 53,3%.

REJEIÇÃO DE CANDIDATOS:

A Doxa mediu o nível de rejeição dos candidatos ao governo do Estado. O ministro Helder Barbalho aparece como o mais rejeitado com 20,8%, seguido pelo senador Paulo Rocha, 16,2%. Sidney Rosa está com 8,4%. Márcio Miranda tem 3,9% de rejeição. Fernando Carneiro está com 3,2%.

INTENÇÃO DE VOTO PARA O SENADO:

O atual deputado federal Zé Geraldo (PT) aparece em primeiro lugar para o senado da República com 21,7% das intenções de voto. O senador Jader Barbalho (MDB) vem em segundo lugar com 11,0%; Xaropinho do Povo (sem partido) é o terceiro colocado na preferência dos eleitores desses três municípios, aparecendo com 6,6%. O ex-senador Mário Couto (PP) e o atual Flexa Ribeiro ( PSDB) estão tecnicamente empatados, 4,2% e 4,4%, respectivamente. Depois aparece Zequinha Marinho (PSC) com 2,2%. O deputado federal Arnaldo Jordy (PPS) aparece com 1,8%. O ex-presidente da Oab/PA, Jarbas Vasconcelos, ficou com 1,2% das inteções de voto. Os que se declararam indecisos ou que pretendem anular o voto somam 45,1%.

INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE:

O ex-presidente Lula aparece em primeiro lugar das intenções de voto para presidente com 34,4%. Em segundo lugar vem o atual deputado federal, Jair Bolsonaro com 30,9%. Marina Silva é a terceira colocada, 3,3% seguido por Ciro Gomes, 2,4%. Geraldo Alckimin tem 2,2%. Os que se declararam indecisos ou que pretendem anular o voto somam 25,3%.

INTENÇÃO DE VOTO PARA DEPUTADO ESTADUAL:

Assim como para governador o percentual de eleitores que não soube indicar algum candidato foi alto, para deputado estadual e federal é pior. O índice de votos flutuantes chega a 90,0%. Os citados na questão espontânea foram Eraldo Pimenta, Hilton Aguiar, Josy Amaral, Antonio Rocha, Alexandre Von, Osório Juvenil, Wesley e Alirson. Estimulamos os nomes de alguns pré-candidatos que disputam votos nos municípios pesquisados: O atual deputado estadual, Eraldo Pimenta aparece em primeiro lugar com 35,5%; depois vem Hilton Aguiar com 10,0%; Josy Amaral, 4,3%; Osório Juvenil, 2,6%; Alexandre Von, 2,4%; Antonio Rocha, 2,1%; Alirson Pontes, 1,2% e Carlos Martins, 0,3%. Brancos, nulos e indecisos somam 41.6%.

INTENÇÃO DE VOTO PARA DEPUTADO FEDERAL:

Para deputao federal o índice de votos flutuantes chega ao patamar de 92,9%. Foram citados na questão espontânea os pré-candidatos Priante, Chapadinha, Cássio Andrade, Airton Faleiro e Wladimir Costa. Ao estimular alguns nomes que disputam votos nos municípios pesquisados, o quadro ficou assim: primeiro lugar Airton Faleiro, 17,0%; segundo Priante, 15,9%; terceiro Chapadinha, 15,2%; em quarto Júnior Ferrari, 2,4%; depois aparece Cássio andrade, 1,9%; vindo a seguir Wladimir Costa, 1,6%, depois Nilson Pinto, 1,1%. Os últimos colocados são Marcela Tolentino e Ney Santana, ambos com 0,6% das intenções de voto.

IMPACTO DA LAVA JATO NAS ELEIÇÕES:

Doxa aferiu o impacto da operação Lava Jato nas eleições de outubro próximo. O instituto quis saber se os eleitores desses municípios votariam em algum candidato que estivesse envolvildo na operação Lava Jato. De acordo com o resultado, 91,4% disseram que não votariam. Apenas 0,8% disseram que votariam em algum candidato; outros 4,0% afirmaram que poderiam votar. E 3,7% não se manifestou quanto a essa questão da pesquisa.

#Eleições2018 #Uruará #Placas #Rurópolis

295 visualizações

© 2016 criado por "Doxa Comunicação Integrada"

Visite nossa página no Facebook

Blog da Doxa Pesquisa, opiniões em relação a pesquisas eleitorais e de mercado, divulgação de resultados e notícias sobre a política local e nacional.