top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

EDMILSON, ZECA PIRÃO E EGUCHI DISPUTAM O PRIMEIRO LUGAR NA TERCEIRA PESQUISA DOXA.

Na sua terceira pesquisa, DOXA mostra o quadro político-eleitoral, visando as eleições de 2024 em Belém. Além disso, a pesquisa avalia o desempenho do governo do prefeito Edmilson Rodrigues, do governador Helder Barbalho e do presidente Lula. Levanta os principais problemas enfrentados pela população de Belém. Ao final procura identificar dentre os nomes testados na pesquisa, qual o mais rejeitado pela população belenense.

A pesquisa foi realizada no período de 3 a 5 de maio de 2023 em todos os Distritos Administrativos de Belém com uma amostra de 600 entrevistas.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL GOVERNO EDMILSON

Doxa perguntou “qual a avaliação que você faz do governo do prefeito Edmilson Rodrigues?”. O resultado mostra uma avaliação positiva de 14,8% (somatória de Bom e Excelente). Já a avaliação negativa chega a 60,1% (somatória de Péssimo e Ruim). A avaliação regular ficou em 23,8%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO EDMILSON

Quando se trata de saber se o eleitor aprova ou desaprova a forma de Edmilson Governar, Doxa mostra a série histórica das três pesquisas. Em janeiro o governo de Edmilson tinha uma aprovação de 19%; já em março essa aprovação foi para 27%; agora, na terceira pesquisa, a aprovação chega a 23%.


Quanto à desaprovação, em janeiro na primeira pesquisa, 77% dos belenenses desaprovavam o governo de Edmilson; em março caiu para 69%. Agora na terceira pesquisa, a sua desaprovação sobe para 72%.


PRINCIPAIS PROBLEMAS DE BELÉM

Quanto aos principais problemas de Belém, a pesquisa identificou uma percepção de angústia na população quando o “tudo” apareceu em segundo lugar com 18,2%. No entanto, a violência volta a ser o primeiro maior problema de Belém, aparecendo com 18,6%. A “sujeira/falta de limpeza pública de vias, canais...” é o terceiro maior problema da cidade com 15,8%. O quarto problema identificado pelos eleitores é “saúde pública precária...”, 12,1%. Logo em seguida, “falta de saneamento básico” aparece com 11,4%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DOS GOVERNOS HELDER E LULA

Doxa também avaliou a aprovação ou desaprovação dos governos Helder e Lula. 81,0% dos belenenses estão aprovando o governo de Helder; enquanto 16,0% desaprovam. Já o governo de Lula está sendo aprovado por 66,0% dos eleitores de Belém. A sua desaprovação é de 28,0%.

ELEITORAL:

ESPONTÂNEA: JOGO ABERTO NA MENTE DO ELEITOR BELENENSE

A pesquisa avaliou vários nomes de políticos que ensaiam serem candidatos a prefeito de Beém. Nessa segunda rodada, Doxa testou 11 atores políticos que se movimentam rumo às eleições de 2024. Na questão espontânea, a pesquisa mostra que é muito grande, ainda, de eleitores flutuantes, isto é, que não sabem em quem votar ou que pretendem anular o voto. Esses eleitores flutuantes chegam a somar 83,4%. Quem mais se destaca é o atual prefeito, Edmilson com 7,2%, delegado Eguchi com 3,3%, Helder Barbalho, 1,3% e Zeca Pirão, 1,0%.


ESTIMULADA: EDMILSON, ZECA PIRÃO E EGUCHI CAMINHAM NO PELOTÃO DE FRENTE

Quando se estimula os possíveis nomes a prefeito de Belém, ainda aparece nessa terceira roda 33,0% de votos flutuantes. Em primeiro lugar vem o atual prefeito com 14,8%; seguido pelo atual deputado estadual, Zeca Pirão com 12,9%. O delegado da polícia federal, Eguchi é o terceiro colocado, se destacando com 11,8%. Em quarto lugar, o ex-deputado federal, Cássio Andrade, aparece com 5,9%. Logo em seguida, vem o deputado estadual, Thiago Araújo com 5,5%. O também deputado estadual Rogério Barra vem logo depois com 4,4%. Igor Normando aparece com 3,2%. Bob Flay vem com 2,9%; Arnaldo Jordy também aparece com o mesmo índice de Bob Flay, 2,9%. O ex-senador Paulo Rocha está com 1,6% e o atual vereador Nenem Albuquerque está em último lugar com 1,1%.

COMPARATIVA

Na tabela a seguir pode ser visto a evolução dos nomes que a Doxa vem testando nas três pesquisas. O índice de pessoas que não sabem indicar algum nome vem caindo, chegando nessa última a 15,3%. Já os que pretendem anular ou votar em branco permanece estável. Edmilsom Rodrigues vem dando uma subida gradativa, chegando agora em 14,8%. Zeca Pirão sai de 7,8% em janeiro, agora está com 12,9%. Eguchi também tem uma subida gradativa. Na pesquisa de janeiro ele tinha 7,1%; agora está com 11,8%. Thiago Araújo de 2,2% em janeiro chega agora com 5,5%. Cássio Andrade foi, também, o que deu uma crescida em seus índices, saindo de 2,6% em janeiro, chegando agora com 5,9%. Rogério Barra aparece, agora, com 4,4%. Antes estávamos testando o nome de seu pai, Eder Mauro.



EM QUEM NÃO VOTARIA PARA PREFEITO DE BELÉM

Quando se trata de rejeição, o atual prefeito, Edmilson Rodrigues, é o mais rejeitado, aparecendo com 39,9% de eleitores que não votariam nele de jeito nenhum. Delegado Eguchi aparece com 10,1% de rejeição; Bob Flay tem 8,5%; Zeca Pirão, 4,9%; Jordy, 1,3%; Paulo Rocha, 1,0%; Cássio Andrade, 1,0% e Nenem Albuquerque, 0,5%.



ANÁLISE

O que se percebe nessa terceira rodada de pesquisa na capital paraense, é que começa a se ter um maior movimento dos atores políticos que estão se mostrando, isto é, testando seus nomes ao cargo de prefeito de Belém. Isso é um fato interessante porque começa a diminuir o percentual de pessoas que não sabem em quem votar e, evidentemente, os índices dos candidatos começam a subir. Mas, o que chama a atenção é a permanência de três atores políticos, puxando o pelotão dessa corrida eleitoral: Edmilson, Zeca Pirão e Eguchi. Edmilson, por ser prefeito, tinha que estar entre esses atores, no entanto, ele aparece com percentuais muito próximos dos outros dois, especialmente de Zeca Pirão. Eguchi tem uma forte presença na mente do eleitor, tendo em vista que foi o candidato que passou para o segundo turno com Edmilson, perdendo por uma pequena diferença. E, também, porque Edmilson está muito mal avaliado. Há um sentimento de arrependimento de ter votado nele e decepção. O que começa a se desenhar é uma nova polarização, caso Zeca Pirão seja “abençoado” pelo governador Helder Barbalho. Isso implica nessa nova polarização com o candidato da direita que, hoje, está se destacando, delegado Eguchi. Com isso, o candidato da esquerda ficaria desprestigiado, uma vez que hoje é aliado do governador Helder.
Dornélio Silva - Cientista Político Doxa
3.062 visualizações3 comentários

3 Comments


Ricardo Jorge Lobão Martins
Ricardo Jorge Lobão Martins
May 08, 2023

Delegado EGUCHI é a melhor opção !

Like

Vera Seabra
Vera Seabra
May 07, 2023

Eu aposto no delegado federal Eguchi, por suas qualidades e competências, e por sua determinação e tornar Belém uma cidade que realmente mereça os melhores destaques e avaliações nacionais. Concorrer a prefeitura por tudo que se confere essencial a uma população.

Like

Susane Souza
Susane Souza
May 07, 2023

Zeca Pirao é a melhor opção para prefeito ,é um parlamentar atuante nas comunidades ,tem um coração gigante ,empático e temente a Deus!

Nele eu sei que posso confiar !!!!

Like
bottom of page