top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

EM PACAJÁ A DISPUTA ESTÁ POLARIZADA ENTRE ANDRÉ REZENDE E CHICO TOZETTY

O instituto DOXA esteve recentemente realizando sua primeira fotografia eleitoral na cidade de PACAJÁ, município pertencente à Mesorregião Sudoeste paraense com 41.097 habitantes (IBGE Censo 2022). O objetivo foi ouvir a opinião dos eleitores sobre o cenário político municipal. Foram entrevistados 300 eleitores no período de 29 a 31 de agosto de 2023. A margem de erro da pesquisa é de 3.5 pontos para mais ou para menos do resultado final. O atual prefeito, ANDRÉ REZENDE vai defender seu mandato, disputando a reeleição. Além das questões eleitorais, Doxa também avaliou o desempenho do prefeito, do governador e do presidente da República.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO ANDRÉ REZENDE

O governo do prefeito ANDRÉ REZENDE está com uma avaliação positiva de 53,9% (somatória do excelente e bom); já a avaliação negativa é de 25,0%. O Regular está em 18,1%. Ainda tem 3,0% que não souberam avaliar o trabalho do prefeito ANDRÉ REZENDE.


APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO DO GOVERNO ANDRÉ REZENDE

Quando se trata da Aprovação ou Reprovação da maneira como o prefeito ANDRÉ REZENDE vem administrando o município, a aprovação do atual prefeito alcança o patamar de 55,9%; enquanto a sua reprovação atinge 40,4%. Outros 3,7% não se manifestaram.


APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO DOS GOVERNOS HELDER E LULA

Doxa também avaliou a aprovação ou reprovação dos governos Helder e Lula. 68,5% dos eleitores de PACAJÁ aprovam o governo de Helder; enquanto 19,6% reprovam. Já o governo de Lula está sendo aprovado por 53,7% dos eleitores do município. A reprovação é de 37,0%.

HELDER

LULA

APROVA

68,5

53,7

REPROVA

19,6

37,0

NS SR

11,9

9,3


ELEITORAL:

NA QUESTÃO ESPONTÂNEA REZENDE FICA NA FRENTE DE TOZETTY

Na questão espontânea, em que não se apresentam os nomes dos pré-candidatos, a pesquisa apresenta o atual prefeito, André Rezende, na frente com 28,1% das intenções de voto; o ex-prefeito, Chico Tozetty, vem com 17,0%. Ressalte-se que a polarização está clara entre os dois competidores (Chico e André) que nenhum outro nome aparece na questão espontânea. Os votos flutuantes somam 54,9%.


NA ESTIMULADA REZENDE PERMANECE NA FRENTTE DE TOZETTY

Na questão estimulada, em que são apresentados os nomes dos pré-candidatos, André Rezende aparece com 41,2%; CHICO TOZETTY vem com 33,2%. O terceiro colocado é Padre Edmir que vem com 4,4%. Leandro Reis obteve 2,2% das intenções de voto; Tonico Doido cravou apenas 1,9; Cida Bertunes apareceu com 1,5%, Ademar Renascer, 1,2% e Miguel Noronha com apenas 1,1%. Os votos flutuantes ainda somam 13,3%.




EM QUEM NÃO VOTARIA PARA PREFEITO DE PACAJÁ

Quando se trata de rejeição, Tonico Doido é o mais rejeitado, aparecendo com 17,9%. O ex-prefeito, Tozetty, e o atual, André Rezende, aparecem tecnicamente empatados em rejeição, 12,4% e 12,1%, respectivamente. Outros 35,8% não rejeitam nenhum dos pré-candidatos. Padre Edmir vem com 4,8% de pessoas que o rejeitam; depois vem Miguel Noronha com 3,3%. Ademar Renascer tem 1,5%; Leandro Reis e Cida Bertumes, ambos tem 1,1% de rejeição.


ANÁLISE:

Nesta primeira pesquisa da Doxa realizada no município de PACAJÁ, município pertencente à mesorregião Sudoeste paraense, que tem uma população de 41.097 habitantes (Censo IBGE 2022), mostra um cenário bastante polarizado entre o ex-prefeito, CHCO TOZETTY e o atual, ANDRÉ REZENDE. A pesquisa testou mais seis nomes, no entanto esses nomes apareceram com índices insignificantes. A concentração de voto se dá mesmo entre os dois principais competidores – André Rezende e Chico Tozetty -, mostrando que a disputa vai ser acirrada entre os dois. Há uma avaliação positiva acima da negativa em relação a aprovação do governo de André, o que está lhe garantindo uma posição eleitoral melhor do que do ex-prefeito. Na eleição passada, a disputa já muito acirrada: André Rezende ganhou a eleição com uma diferença de apenas 336 votos. André obteve 10.147 votos e Chico Tozetty 9.811. Eleitorado de Pacajá ficou literalmente dividido entre as duas lideranças políticas. Tudo indica que essa disputa em 2024 vai continuar acirrada. Esperemos os próximos capítulos.

DORNÉLIO SILVA – Cientista Político da Doxa

608 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page