top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

NA PRIMEIRA PESQUISA REGISTRADA EM BELÉM ZECA PIRÃO LIDERA SEGUIDO POR EDER MAURO. A DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO EDMILSON CONTINUA EM ALTA

Na Primeira pesquisa oficial registrada no T.R.E no município de Belém a disputa eleitoral mostra o eleitor belenense recuado em relação ao cenário posto dos pré-candidatos ao cargo de prefeito da capital. O pré-candidato do MDB, deputado estadual Zeca Pirão lidera a primeira pesquisa com 17,8% das intenções de voto. O deputado federal Eder Mauro (PL) vem em segundo lugar com 13,7%. Edmilson Rodrigues (PSOL) que busca a reeleição aparece com 7,5%.

Pesquisa DOXA está registrada no T.R.E sob o nº PA-06026/2024. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro estimada é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Doxa realizou a pesquisa entre os dias 20 a 24 de janeiro de 2024 com uma amostra de 1.000 entrevistas.


ESPONTÂNEA: JOGO ABERTO NA CORRIDA ELEITORAL

Na questão espontânea em que não se apresentam os nomes dos pré-candidatos a prefeito, o índice de votos flutuantes alcança o patamar de 87,1%. Na lembrança imediata, o deputado estadual Zeca Pirão aparece em primeiro lugar com 3,7%. Em segundo vem o deputado federal Eder Mauro com 2,2%. Edmilson vem em seguida com 2,1%. Depois vem Eguchi com 1,4%. Igor Normando, 1,0%. Thiago Araújo, 0,9%. Italo Abati, 0,6%; Hanna, 0,3%; Beto Faro, 0,2%. Úrsula Vidal, Jeferson Lima, Jader Filho e Bob Fllay aparecem cada um com 0,1%.


ESTIMULADA: ZECA PIRÃO SAI NA FRENTE

Quando se estimula os nomes dos pré-candidatos, o percentual de votos flutuantes ainda permanece alto, chegando a 39,3%. Desponta em primeiro lugar o deputado estadual Zeca Pirão com 17,8%. O delegado e deputado federal Eder Mauro é o segundo colocado, aparecendo com índice de 13,7%. O terceiro lugar é ocupado por Edmilson Rodrigues com 7,5%. Eguchi vem logo em seguida com 6,5%. Igor Normando é o sexto colocado com 5,8%. O deputado estadual Thiago Araújo vem com 4,1%. O senador Beto Faro aparece em sétimo lugar com 3,0%. O prof. Italo Abati é o oitavo colocado, ficando com o percentual de 2,4% de intenções de voto.


REJEIÇÃO: EDMILSON É O MAIS REJEITADO

Em se tratando de rejeição eleitoral, o atual prefeito, Edmilson Rodrigues, é o mais rejeitado, aparecendo com 62,0% de eleitores que não votariam mais nele. O deputado federal Eder Mauro aparece com rejeição de 7,4%. Zeca Pirão ficou com uma rejeição de 2,1%. Depois vem Eguchi com 1,7%; Thiago Araújo, 0,6%. Italo e Igor Normando são rejeitados por 0,4% cada.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO EDMILSON

Ao avaliar do ponto de vista conceitual (excelente, bom, regular, ruim ou péssimo), 78,6% os eleitores de Belém avaliam negativamente o governo de Edmilson. A avaliação positiva (excelente e bom) chega a apenas 6,4%. O Regular é de 13,1%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO EDMILSON

Quanto se trata da Aprovação ou Desaprovação da forma que Edmilson governa, a Desaprovação chega ao patamar de 84,5%. Já a aprovação é de 11,3%. Outros 4,2% não se manifestaram.


SÉRIE HISTÓRICA DA APROVAÇÃO DE EDMILSON

Quando olhamos a série histórica das pesquisas da Doxa, observa-se uma queda acentuada na aprovação da forma como Edmilson governa Belém. O melhor índice de Edmilson foi no mês de março de 2023. De maio a agosto houve um certo equilíbrio na avaliação tendo uma média de 23%. A partir de agosto houve queda; em novembro oscilou pra cima, mas no mês de dezembro caiu para 17%. Agora a queda foi maior, chegando a apenas 11,5%.


SÉRIE HISTÓRICA DA DESAPROVAÇÃO DE EDMILSON

Quando se trata da série histórica da desaprovação da forma como Edmilson vem governando Belém, as pesquisas mostram crescimentos de desaprovação, chegando agora no primeiro mês do ano das eleições com o maior percentual de desaprovação, 84,5%.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO DE HELDER BARBALHO

Já Helder Barbalho na avaliação conceitual está bem avaliado na capital paraense. A avaliação positiva chega a 66,6%. Quanto a avaliação negativa, o percentual é de 6,3%. A avaliação regular é de 25,4%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DE HELDER

Quando se trata de aprovação e desaprovação da forma como Helder vem conduzindo os destinos do Pará, a pesquisa mostra uma aprovação de 84,0%. Já a desaprovação é de apenas 12,0%. Outros 4,0% não se manifestaram.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO LULA

O governo Lula é avaliado positivamente por 42,2% dos eleitores de Belém. Já a avaliação negativa é de 28,4%. O regular chega a 27,5%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO LULA

Em relação à aprovação e desaprovação da maneira como o presidente Lula vem governando o país, 58,0% estão aprovando o governo; enquanto 35,0% estão desaprovando. Outros 7,0% não se manifestaram.


FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.Registro Eleitoral: registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará sob o PA-06026/2024

Estatístico responsável: Jadson Fernandes Chaves – CONRE 8010


DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa: Contexto eleitoral em Belém-Pa

Margem de erro: A margem de erro estimada é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Amostra: 1.000 entrevistas

Contratante: DIGIRECORD EDITORA DE MUSICA LTDA / DIGIRECORD

Período da pesquisa: 20 a 24 de janeiro de 2024.

Tema: Administração Pública/Eleições/Opinião

1.329 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page