top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

NA SEGUNDA PESQUISA REGISTRADA EM BELÉM ZECA PIRÃO MANTÉM-SE NA LIDERANÇA SEGUIDO POR EDER MAURO E EDMILSON RODRIGUES.

Na segunda pesquisa oficial registrada no T.R.E no município de Belém mostra a liderança do deputado estadual Zeca Pirão, seguido pelo deputado federal Eder Mauro. Edmilson Rodrigues volta a ocupar a terceira posição na corrida eleitoral. Eguchi e Thiago Araújo empatam na quarta posição. Na questão espontânea, a pesquisa detectou, ainda, muitos eleitores que não sabem em quem votar, mostrando um cenário aberto no jogo eleitoral.

Pesquisa DOXA está registrada no T.R.E sob o nº N° PA-08984/2024. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro estimada é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Doxa realizou a pesquisa entre os dias 27 de fevereiro a 02 de Março de 2024 com uma amostra de 1.000 entrevistas.


ESPONTÂNEA: ZECA PIRÃO, EDER MAURO E EDMILSON EMBOLADOS

Na questão espontânea em que não se apresentam os nomes dos pré-candidatos a prefeito, o índice de votos flutuantes alcança o patamar de 70,7%. Em relação à pesquisa anterior houve uma redução de 16,4%. Três pré-candidatos aparecem tecnicamente empatados em primeiro lugar: Zeca Pirão, 6,6%; Eder Mauro, 6,3%; Edmilson Rodrigues, 6,1%. Depois desse primeiro bloco vem Eguchi, 3,4%; Thiago Araújo, 2,2%; Jeferson Lima e Igor Normando, ambos com 1,1%. Abaixo de 0,3% aparecem: Dr. Daniel, Celso Sabino, Italo Abati, Jader Filho, Hanna, Elcione, Bordalo e Adriano Coelho.

Intenção de voto espontânea

ESTIMULADA: EM PRIMEIRO ZECA, EM SEGUNDO EDER, EM TERCEIRO EDMILSON, EM QUARTO LUGAR EMPATADOS EGUCHI E THIAGO


Quando se estimula os nomes dos pré-candidatos, o percentual de votos flutuantes cai para 28,2%. Desponta em primeiro lugar o deputado estadual Zeca Pirão com 17,2%. O deputado federal Eder Mauro é o segundo colocado, aparecendo com índice de 14,8%. O terceiro lugar é ocupado por Edmilson Rodrigues com 10,0%. Eguchi e Thiago Araújo aparecem empatados tecnicamente, 8,7% e 7,9%, respectivamente. O deputado federal José Priante e Igor Normando ficam empatados tecnicamente em quinto lugar. Priante vem com 4,6% e Igor Normando com 4,4%. O ministro do Turismo, Celso Sabino, aprece com 2,1%. Italo Abati, 1,0%; Capitão Nassar, 0,5% e Cláudio Merces, 0,5%.


estimulada
Intenção de voto Estimulada

REJEIÇÃO DE PRÉ-CANDIDATOS

Em se tratando de rejeição eleitoral, o atual prefeito, Edmilson Rodrigues  aparece com 60,6% de eleitores que não votariam mais nele. O deputado federal Eder Mauro aparece com rejeição de 8,1%. Zeca Pirão ficou com uma rejeição de 2,3%. Depois vem Eguchi com 1,9%; Priante, 1,1%; Thiago Araújo, 0,7%. Celso Sabino, 0,4%; Italo Abati, 0,3%; Cláudio Merces, 0,3% e Capitão Nassar, 0,2%.

Rejeição

AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO EDMILSON

Ao avaliar do ponto de vista conceitual (excelente, bom, regular, ruim ou péssimo), 76,9% dos eleitores de Belém avaliam negativamente o governo de Edmilson. A avaliação positiva (excelente e bom) chega a apenas 8,0%. O Regular é de 13,9%.

aval edmilson

APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO EDMILSON

Quanto se trata da Aprovação ou Desaprovação da forma que Edmilson governa, a Desaprovação chega a 82,3%. Já a aprovação é de 14,2%. Outros 3,6% não se manifestaram.

aprovação ed

SÉRIE HISTÓRICA DA APROVAÇÃO DE EDMILSON

Quando olhamos a série histórica das pesquisas da Doxa, observa-se que nessa segunda pesquisa de 2024, Edmilson dá uma pequena sinalização de melhora. Ele estava na pesquisa anterior com 11,3% e agora vai para 14,2%. Pelo que se observa na série histórica, o melhor momento foi em março de 2023, em que Edmilson obteve 27,0% de aprovação.

serie ed

SÉRIE HISTÓRICA DA DESAPROVAÇÃO DE EDMILSON

Quando se trata da série histórica da desaprovação da forma como Edmilson vem governando Belém, nessa pesquisa de fevereiro observa-se uma pequena queda na desaprovação. Na pesquisa de janeiro a desaprovação chegou ao índice de 84,5%. Agora cai 2,2%, chegando a 82,3%.

desa ed

SÉRIE HISTÓRICA DA APROVAÇÃO E DESAPROVAÇÃO DE HELDER

Observando a série histórica de aprovação e desaprovação de Helder Barbalho, verifica-se uma oscilação para baixo nessa última pesquisa, chegando a 81,9%. O os maiores índices de aprovação de Helder foram nos meses de março e outubro de 2023. Já os maiores índices de desaprovação foram em janeiro, maio, junho e agosto de 2023.

aprovação helder

SÉRIE HISTÓRICA DA APROVAÇÃO E DESAPROVAÇÃO DE LULA

Já o governo do presidente Lula vem tendo queda acentuada na aprovação em Belém. Nas duas pesquisas de 2024 a aprovação dele caiu 9,9 pontos, saindo de 57,9% para 48,4%. A desaprovação teve queda maior: em janeiro de 2024 era de 34,7%, agora foi para 46,0%


serie lula

SOBRE A CRISE DO LIXO EM BELÉM: EXPECTATIVA EM RELAÇÃO À CHEGADA DA NOVA EMPRESA PARA FAZER O SERVIÇO

Doxa procurou saber a opinião dos eleitores sobre a crise do lixo em Belém e a expectativa da chegada da nova empresa que irá fazer os trabalhos de limpeza. Para 31,8% dos eleitores consideram que “vai apenas diminuir a crise”. Para outros 26,3% “não vai mudar nada” e 11,1% afirmam que “não tem mais jeito”. No entanto, existem 27,8% de eleitores dizem que “acredita que a nova empresa vai resolver a situação”.

crise lixo

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA

Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.Registro Eleitoral: registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará sob o N° PA-08984/2024

Estatístico responsável: Jadson Fernandes Chaves – CONRE 8010


DADOS DA PESQUISA

Nome da pesquisa: Contexto eleitoral em Belém-Pa

Margem de erro: A margem de erro estimada é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Amostra: 1.000 entrevistas

Contratante: DDD91 LTDA / DDD91-PORTAL ESTADO DO PARÁ ONLINE

Período da pesquisa: 27 de fevereiro a 02 de março de 2024.

Tema: Administração Pública/Eleições/Opinião

1.728 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page