top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

ÚLTIMA PESQUISA DOXA EM NOVA IPIXUNA CONFIRMA TENDÊNCIA DE CRESCIMENTO DE FILHO NA CORRIDA ELEITORAL.

NOVA IPIXUNA município da região Sudeste Paraense, cidade com mais de 11 mil eleitores, foi visitado pelos pesquisadores da Doxa para ouvir a opinião dos eleitores sobre o cenário político municipal. Foram entrevistados 400 eleitores no período de 18 a 22 de dezembro de 2023 tanto da zona urbana quanto da Rural. Nesse município a atual prefeita, DRA. GRAÇA já está em seu segundo mandato, portanto vai indicar seu candidato. Além das questões eleitorais, Doxa também avaliou o desempenho da prefeita, do governador e do presidente da República.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL GOVERNO DRA. GRAÇA


Doxa perguntou “qual a avaliação que você faz do governo da prefeita DRA. GRAÇA?”. O resultado mostra uma avaliação positiva de 35,2% (somatória de Bom e Excelente). Já a avaliação negativa chega a apenas 35,4% (somatória de Péssimo e Ruim). A avaliação regular ficou em 27,7%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO DRA. GRAÇA


Quando se trata da Aprovação ou Desaprovação da maneira como a prefeita DRA. GRAÇA vem governando o município, os números mostram que 48,7% aprovam o seu governo; enquanto 40,9% desaprovam. Outros 10,4% não se manifestaram.


SÉRIE HISTÓRICA DE APROVAÇÃO / DESAPROVAÇÃO DA PREFEITA


Na série histórica, em abril a aprovação do governo da Dra. Graça era 56,9% e a Desaprovação chegava a 39,1%. Já em junho a aprovação dela caiu para 46,7%; e a Desaprovação subiu para 44,3%. Agora em dezembro, a aprovação foi para 48,7% e a Desaprovação ficou em 40,9%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DOS GOVERNOS HELDER E LULA


Doxa também avaliou a aprovação ou desaprovação dos governos Helder e Lula. 67,4% dos eleitores de NOVA IPIXUNA aprovam o governo de Helder; enquanto 20,5% desaprovam. Já o governo de Lula está sendo aprovado por 51,9% dos eleitores de NOVA IPIXUNA. A sua desaprovação é de 39,0%. Outros 9,1% não se manifestaram.

ELEITORAL:

NA QUESTÃO ESPONTÂNEA FILHO FICA NA FRENTE


Na questão espontânea, em que não se apresentam os nomes dos pré-candidatos, os números da pesquisa mostram um quadro eleitoral ainda aberto. Os votos flutuantes (somatória de brancos, nulos e indecisos) somam 57,6%. Quanto aos nomes citados, o pre-candidato Vereador Filho vem em primeiro lugar com 23,5%; depois aparece Ewerton com 11,0%. Dra. Graça 2,7%; Neide, 2,3%; Alvarenga e Zezão, ambos obtiveram 1,1%; Carlinhos do Mário, 0,4% e Regis, também, 0,4%.


NA ESTIMULADA FILHO ESTÁ 21,2 PONTOS A FRENTE DO SEGUNDO COLOCADO


Quando se estimula, isto é, são apresentados os nomes dos pré-candidatos, o vereador Filho vai para 42,8%. O segundo colocado é Everton que aparece com 21,6%. Neide vem em terceiro lugar com 6,4%; e Carlinhos do Mário aparece com apenas 1,1%. Os votos flutuantes somam 27,7%.



SÉRIE HISTÓRICA DOS PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO


Na série histórica, vamos avaliar o desempenho apenas dos dois candidatos que estão com tendência de polarização. Em abril o vereador Filho começava sua trajetória com 26,6%. Em junho, ele subiu para 36,0%. Agora, fechando o ano com 42,8%. Everton começou sua trajetória com 4,0%, em abril; em junho foi para 6,0%. Agora pulou para 21,6%.


EM QUEM NÃO VOTARIA PARA PREFEITO DE NOVA IPIXUNA


Quando se trata de rejeição, Carlinhos do Mário aparece como o mais rejeitado, 21,2%. O vereador Filho é o segundo mais rejeitado com 13,6% de citações. Everton é o terceiro mais rejeitado com 11,4% das citações. Neide está com rejeição de 9,5%. Outros 18,9% não rejeitam nenhum dos pré-candidatos e 25,4% não se manifestaram.


ANÁLISE:

Essa terceira pesquisa realizada pelo Instituto DOXA mostra uma tendência de polarização entre o candidato Everton, apoiado pela atual prefeita, Dra. Graça e o vereador Filho. De acordo com a série histórica das três pesquisas realizadas este ano no município, os dois candidatos tiveram uma performance segura de crescimento. O vereador Filho foi o que mais cresceu, estando, hoje, com mais de 21 pontos a frente do candidato apoiado pela máquina, Everton. O pré-candidato apoiado pela Dra. Graça deu um salto interessante a segunda para a terceira pesquisa. Ele vai carregar em suas costas o desgaste do governo da Dra. Graça que está com uma desaprovação de 40,9%, índice que pode deixar seu candidato caminhando devagar. No entanto, os dois concluiram o ano com bom potencial de voto. Agora, 2024, ano da eleição, vamos acompanhar as estratégias para sustentação de quem está na frente; e de quem precisa crescer ainda mais.  

 

DORNÉLIO SILVA - Cientista Político da Doxa

 

326 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page