• Equipe Doxa

DOXA APRESENTA SEU TERCEIRO ESTUDO PARA DEPUTADO FEDERAL COM 8.000 ENTREVISTAS

Seguindo as analises desse processo eleitoral DOXA apresenta seu último estudo de 2022, para Deputado Federal, baseado na acumulação de suas quatro últimas pesquisas, o que somou um total de 8.000 entrevistados nas seis mesorregiões do Estado do Pará.

Dando continuidade aos estudos dos cargos proporcionais, As pesquisas estão registradas no T.R.E conforme os números PA-04691/2022; PA-00475/2022; PA-09000/2022; PA-02351/2022

Por esse estudo em sua última análise, o MDB faria 6 deputados federais, sendo que a sexta vaga seria disputada entre Renilce Nicodemos e o Pastor Olival Marques, seguidos por PL e PP que fariam 2 cada, já PDT, PSB, PSD, PSDB/CIDADANIA, PT/PCDOB/PV, REPUBLICANOS E UNIÃO fazem um cada.

De acordo com a analise de dados, 15 partidos e 2 federações comporiam a nova legislatura por 4 anos.

Ressaltamos, que NÃO trabalhamos com Ranking, mas o potencial de cadeiras que cada partido poderá obter, atribuindo sim com as perspectivas das regras e do quociente eleitoral e partidário.

Nas tabelas seguintes, podes se visualizar os possíveis 17 nomes que comporão a câmara federal, por partido agrupado.

Com a maior tendência de nomes nas citações dos entrevistados o MDB poderá eleger 6 cadeiras, sendo que tem a possibilidade de fazer uma sétima, a disputa está muito acirrada pra entrar nessa última vaga do partido, ficando empatados o Pastor Olival Marques e Renilce Nicodemos na sexta vaga.

Veja na tabela os possíveis nomes do partido que tendem a possibilidade de entrar na Câmara Federal e os que lutam para subir na reta final da campanha.


No PL, delegado Eder Mauro fica bem à frente da média podendo fazer dois pelo coeficiente, também será uma disputa bem acirrada por briga de vaga dentro do partido, tendo talvez a possibilidade de uma terceira vaga na sobra.


No PP de acordo como o numero de manifestações, pode-se afirmar que faz um, sendo que esta briga vai ser entre Cristiano e Hesio Moreira que estão empatados dentro do partido.

Dentro das regras da Lei Eleitoral no PDT, Miro Sanova pode entrar pela sobra acumulativa de seus votos e de sua legenda.


No PSB, também, a tendência é entrar Cássio Andrade a partir das novas regras partidárias e seu histórico de votos.


No PTB, temos como destaque o ex-Deputado Estadual Márcio Miranda que é apontado com números expressivo de citações dentro da legenda, e poderá além de sua vaga puxar para uma segunda que seria de Paulo Bengston ou mesmo Loredan, conforme o histórico de votos partidários da legenda.

Na Federação PSDB/Cidadania a tendência de fazer uma vaga, sendo ocupada conforme o maior número de citações por Lena Pinto.

Já a federação PT/PCDOB/PV poderá fazer um deputado. Pelos dados apresentado pelo nome da ex-governadora Ana Júlia Carepa, que pode ocupar essa vaga.


Na sobra, o Republicanos, pode fazer uma cadeira. Podendo ser ocupada por Vavá Martins.

O UNIÃO Brasil, partido surgido da junção do DEM e PSL, poderá fazer um deputado, que seria Celso Sabino com maior numero de citações no levantamento.

O PSD tende a fazer apenas um deputado, que pelas citações será Junior Ferrari.



6.109 visualizações0 comentário