top of page
  • Foto do escritorEquipe Doxa

ELEIÇÕES 2024 EM TUCURUÍ: CORRIDA ELEITORAL APONTA PARA ALTERNÂNCIA DE PODER EM TUCURUÍ.

Primeira pesquisa DOXA em Tucuruí mostra o cenário eleitoral rumo às eleições de 2024. A cidade de Tucuruí está localizada na mesorregião sudeste paraense e tem, hoje, 91.306 habitantes, segundo o Censo 2022 do IBGE. O Instituto entrevistou 500 eleitores em todos os bairros da cidade. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos dos resultados obtidos na pesquisa. A cidade é governada por Alexandre Siqueira que vai defender seu mandato, isto é, vai para a reeleição. A ex-deputada Eliane Lima e o ex-prefeito Sancler Ferreira são os principais adversários de Alexandre.

Na intenção de voto (estimulada) a pesquisa mostra liderança da ex-deputada estadual Eliane Lima com 36,2% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o atual prefeito, Alexandre Siqueira com 27,4%. O ex-prefeito Sancler Ferreira está em terceiro lugar, somando 15,4%. A pesquisa foi realizada no período de 01 a 04 de novembro de 2023. A pesquisa, além de avaliar os cenários eleitorais, mostra a avaliação do atual prefeito, do governador e do presidente Lula.


AVALIAÇÃO CONCEITUAL DO GOVERNO ALEXANDRE SIQUEIRA

Doxa perguntou “Qual a avaliação que você faz governo do prefeito Alexandre Siqueira, você acha que está sendo um governo Excelente, Bom, Regular, Ruim ou Péssimo?”. O resultado mostra uma avaliação positiva de 27,9% (somatória de Bom e Excelente). Já a avaliação negativa chega a 34,2% (somatória de Péssimo e Ruim). A avaliação regular ficou em 35,7%.


APROVAÇÃO/DESAPROVAÇÃO DO GOVERNO ALEXANDRE SIQUEIRA

Quando se trata de saber se o eleitor aprova ou desaprova a forma de Alexandre Siqueira governar, DOXA mostra que 46,1% dos eleitores de Tucuruí aprovam a maneira do prefeito governar; enquanto 48,2% desaprovam o governo de Alexandre Siqueira. E 5,7% não avaliaram.


APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO DE HELDER E LULA

Doxa também avaliou a aprovação ou reprovação dos governos Helder e Lula. Nesse município, diferentemente das regiões metropolitana, Baixo Amazonas e Nordeste Paraense, há uma queda na aprovação de Helder e Lula. No entanto, mantém-se acima dos 50%. Em Tucuruí 60,6% dos eleitores aprovam o governo de Helder; enquanto 32,9% reprovam. Já o governo de Lula está sendo aprovado por 53,4% dos eleitores de Tucuruí. A reprovação é de 41,6%.


HELDER

LULA

APROVA

60,6

53,4

REPROVA

32,9

41,6

NS SR

6,5

5


ELEITORAL: NA QUESTÃO ESPONTÂNEA ELIANE LIDERA

A pesquisa avaliou vários nomes de políticos que ensaiam serem candidatos a prefeito de TUCURUI nessa nas próximas eleições. Primeiramente, na questão espontânea, em que não se mostra os nomes de pré-candidatos, a pesquisa mostra liderança de Eliane Lima, aparecendo com 18,5%. Alexandre Siqueira vem em segundo lugar com 16,9%. Sancler Ferreira é o terceiro colocado, aparecendo com 4,1%; Leandro Maramaldo e Jairo Holanda, ambos obtiveram 1,0%. Claudiney Furman, 0,8%; Tom Bonfim e Renan Aguiar conseguiram 0,2% cada de intenção de voto. Os votos flutuantes somam 56,9%.


ESPONTÂNEA


ESTIMULADA: NA ESTIMULADA ELIANE PERMANECE NA FRENTE

Na questão Estimulada em que são apresentados os nomes dos pré-candidatos, a ex-deputada estadual Eliane Lima, permanece na frente com 36,2% das intenções de voto. O atual prefeito, Alexandre Siqueira, vem a seguir com 27,4% O ex-prefeito Sancler Ferreira mantém-se em terceiro lugar com um percentual de 15,4%. Jairo Holanda e Maramaldo, ambos, mantiveram-se com 1,0%. O ex-prefeito, Artur Brito, aparece com 0,8% empatado com Claudiney Furman; Ernane Vaz tem 0,7%; Marcelo da ACIT e Tom Bonfim, ambos, obtiveram 0,5%. Renan Aguiar tem 0,2%. O índice de votos flutuantes soma 15,5%.


EM QUEM NÃO VOTARIA PARA PREFEITO DE TUCURUI

Quando se trata de rejeição, Alexandre Siqueira é o mais rejeitado, aparecendo com 35,3% de eleitores que não votariam nele de jeito nenhum. Eliane Lima é a segunda mais rejeitada com 23,4% de citações. Depois vem Artur Brito, obtendo percentual de 18,3% de rejeição. Sancler Ferreira tem rejeição de 4,7%. Ernane Vaz e Jairo Holando tem, ambos, 2,5% de rejeição. Maramaldo e Marcelo da ACIT aparecem rejeitados por 1,0% dos eleitores. Renan, 0,7%; Claudiney, 0,5% e Tom Bonfim, 0,2%.


PERCEPÇÃO DE OBRAS/SERVIÇOS REALIZADOS PELO PREFETIO

Doxa quis saber se os eleitores de Tucuruí percebem as obras e serviços que vem sendo realizados pelo prefeito Alexandre Siqueira. Os números mostram que 56,8% dos entrevistados não sabem o que o prefeito fez ou, simplesmente, afirmaram “nada/nenhuma”. O que se destaca na mente do eleitor é a “Orla de Tucuruí”, aparecendo com 10,0% de citações. A segunda maior obra citada se refere a “posto de saúde/reforma”, 8,2%, seguido de “hospital municipal”, 5,2%. “Asfalto/pavimentação” e “praças” são citados por 3,5% dos eleitores. As demais obras citadas podem ser vistas no gráfico a seguir:


ANÁLISE

Essa primeira fotografia da Doxa no município de Tucuruí mostra um ambiente eleitoral bastante competitivo, tendo em vista que dois atores políticos, Alexandre e Eliane, disputaram acirradamente no pleito de 2020, saindo vencedor Alexandre, mas com uma diferença de apenas 0,29% na frente de Eliane. Alexandre obteve 32,15% dos votos válidos contra 31,86% de Eliane Lima. Em função dessa polarização da eleição passada, Eliane mantém um recall ainda muito aguçado na mente do eleitor. Eleitoralmente Alexandre tem uma rejeição alta, 35,3%; em contrapartida sua intenção é de 27,4%. Portanto, sua intenção de voto menos a rejeição, obtemos um saldo negativo de -7,9 pontos, significando que seu crescimento tende a ser a passos lentos. Em relação à Eliane, seu saldo é positivo de 12,8 pontos: 36,2% de intenção de votos menos 23,4% de rejeição. Eliane tem mais “gordura” para segurar o crescimento. Nesse cenário, temos a presença do ex-prefeito, Sancler Ferreira, que está em terceiro lugar e com uma rejeição baixa, de 4,7%, sendo um ator que pode obter um crescimento significativo nessa corrida eleitoral. Analisando o governo de Alexandre: 27,9% avaliam positivamente, isto é, consideram excelente ou boa a atual administração. Fazendo uma conexão com a literatura que afirma que prefeitos que tem sua avaliação positiva abaixo de 30%, a tendência é pela alternância de poder. O jogo já começou em Tucuruí. As torcidas estão agitadas. Agora, nos resta esperar pelos próximos movimentos dos atores em disputa. Essa que promete ser uma das eleições mais elétricas do estado. Lembrei do primeiro time do interior a vencer o campeonato paraense de futebol, o Independente Tucuruí, conhecido como o Galo Elétrico.


DORNÉLIO SILVA – Cientista Político da DOXA

2.250 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page